Vila de João Grande é reconhecida como comunidade quilombola

A comunidade de João Grande, distante 10 quilometros da cidade de Viseu, recebeu, neste sábado, 01/04, a entrega da certidão de auto definição de comunidade quilombola. O reconhecimento veio mediante criteriosa análise de fatores sociais como costumes, agricultura, danças, artesanato e modos de vida que foram preservados. Tecnicos especialistas da Fundação Cultural Palmares do Ministério da Cultural avaliaram vasto material de pesquisa desenvolvida pelo Professor e Historiador Raimundo Goncalves da Silva, sob orientação do prof. Dr. Cleodir Moraes UFPA.
A cerimônia oficial de reconhecimento contou com a presença do Prefeito de Viseu, Isaias Neto, vereadores, professores da Ufpa, representantes de entidades ligadas a valorizaçao da cultura afro, e toda a comunidade.
Para celebrar a nova indentidade, os moradores apresentaram a ladainha de São Benedito com seu ritmo peculiar, a festa do Boi Bumbá e outras cançoes tradicionais.

Emocionado e muito aplaudido, o Professor Raimundo, popular “Travanca”, disse que fica feliz por seu trabalho de pesquisa deu um resultado maior que esperava e ajudou no reconhecimento da autodefinição quilombola da comunidade e que isso é muito importante para os moradores. Finalizou dizendo que seu único objetivo é ampliar seus conhecimentos.

O prefeito falou da importância desse título, não só para a comunidade de João Grande, mas também para todo o município que tem outras vilas que precisam desse reconhecimento como remanescente de quilombos, referindo às comunidades Paca e Aningal.

Compartilhe isso:

Deixe uma resposta